Ficha Técnica

Criação: Talita Cabral
Atores: 
Marcela Sampaio

e Weslei Soares

Figurinos: Cida Guandalini

e Ieda Cabral
Realização: Cia Navega

Jangada de Teatro​

 

A proposta da Cia Navega Jangada de Teatro, é trazer ao público os palhaços Batatinha e Celinha, acompanhados pelo seu famoso guarda-chuva, neste caso: “Guarda - chuva de Palavras” com letras e palavras penduradas, criando uma verdadeira chuva de poesia.
Um jogo de conquista é estabelecido entre eles, e para que Celinha aceite Batatinha, o guarda-chuva é rodado como uma roleta, a palavra que for sorteada, uma poesia é declamada ou cantada. O público decide se ela o aceita ou não.
As palavras por serem escritas, ao invés de imagens, estimulam a leitura na criança, principalmente em seu processo de formação. A poesia dita pelos dois palhaços é enriquecida por pequenas encenações entre eles e platéia. Para a realização desta intervenção itinerante, poetas foram pesquisados, entre eles: Cecília Meirelles, Vinícius de Moraes, Olavo Bilac.
Integração entre música e texto é um dos focos da Cia. Propomos então além de poesias ditas, também musicadas, com melodias executadas pelos atores ao vivo, com violão.

 

GUarda-chuva de palavras
Sinopse