• Propiciar uma análise crítica sobre a própria personalidade

  • Explorar diferentes emoções

  • Descobrir possibilidades corporais. Afim de fisicalizar as emoções

  • Exercitar a coletividade

  • Experimentar a construção de textos não-verbais

  • Investigar e relacionar sons ao corpo do palhaço

  • Buscar o riso na simplicidade do gesto

  • Expor sentimentos interiorizados através do palhaço

  • Desenvolver a comunicabilidade

  • Se descobrir em diferentes facetas como ser humano

Palhaçando
Objetivos
Desenvolvimento

Passaremos por seqüências de ações físicas simples, que serão exploradas diferentemente até haver uma identificação. Serão propostos estímulos emotivos e imagéticos como: andar no deserto, amor, ódio,etc. Pequenas cenas mudas e situações cotidianas. Sempre com o objetivo de descobrir particularidades que ajudem na composição de seu próprio palhaço.
O palhaço não se preocupa com a perfeição de sua aparência, é sempre disforme, não-habitual, tanto corporalmente, vocalmente sua maquiagem e sua roupa.
Sons serão investigados pelo grupo todo para pontuarem movimentos e climatizarem situações. O nariz será trazido á cena não como uma “máscara protetora” mas como um elemento final colaborador desta busca.
Descobertas serão feitas, exageros serão experimentados, risos alcançados e... palhaços apresentados.



Arte-Educadora: Talita Cabral
Público Alvo:  Todas as idades
Duração: Esta oficina pode ser realizada em formato de woorkshop, com duração de 1 à 4 horas horas em um dia, ou uma vez por semana, estendendo-se por dois meses, 
período necessário para esta pequena introdução ao universo

de um “ser palhaço”.