Ficha Técnica

Argumento: Rodrigo Mercadante

Texto e direção: Talita Cabral
Atores/cantadores/contadores: 

Talita Cabral e Caio Merseguel
Figurinos: Ana Diglio e Iêda Rodrigues
Cenário e Adereços: Sara Batistela

 

Esta divertida história narra a paixão do conhecido Boi da Cara Preta (personagem principal da música: “boi da cara preta, pega essa criança que tem medo de careta...”) pela  Vaca Amarela (do famoso trocadilho: “Vaca amarela... na panela, quem falar primeiro...).
     
Amarela e sua amiga Malhada são as fofoqueiras da janela, até conhecerem o galã Boi da Cara Preta, que desperta em Amarela um grande amor, chegando quem sabe até a um casamento.

Uma janela é trazida à cena, e além de sua utilização cênica, ela representa a metáfora da imaginação dos dois contadores, que trazem as lembranças infantis como ponto de partida para esta história.

As músicas são parte importante desta contação, sendo estas, tocadas e cantadas ao vivo pelos atores. Os personagens são materializados a partir de chapéus achados em uma caixa, lenços, etc.

 

Dinâmica

O público é parte integrante desta vivência, brincando “de lembrar” (através de jogos teatrais que são incorporados à cena), ajudando a construir o vestido de noiva da Vaca Amarela bexigas para a saia, além da participação como convidados e padrinhos deste casamento realizado em cena, ensaiando, cantando e brincando com os cantadores.

Vaca Amarela
Sinopse